pages/sobre/model.php1História - Secretaria municipal de Educação - Ouro Preto

História

Em 15 de março de 1933, foi criada a Escola Rural Mista de Saramenha pela Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais. A Escola tinha como objetivo atender a comunidade da Fazenda de Saramenha. Nesta época, possuía apenas a professora D. Efigênia de Souza.

Tendo iniciado suas atividades em 24 de março de 1933, a Escola funcionou com apenas uma professora até o ano de 1943, quando recebeu a sua segunda professora, a Maria Auxiliadora dos Santos Paiva. Três anos mais tarde, em 1946, a professora Leopoldina Néri Corrêa é também integrada à Escola.

Devido a necessidade de atender aos filhos dos funcionários da Eletro-Química S/A, instalada em Saramenha como a primeira empresa de alumínio do Brasil, a Escola Rural Mista de Saramenha transformou-se nas Escolas Reunidas Tomaz Antônio Gonzaga

Em 1947, as Escolas Reunidas Tomaz Antônio Gonzaga passou a funcionar no refeitório da Eletro-Química, o qual foi adaptado e transformado no prédio que ainda hoje reside a Escola. Neste mesmo ano, foi criada a Escola de Adultos (noturno) com 31 alunos, tendo como professora Piedade de Brito Machado Mapa.

Em 1º de agosto de 1947, foi fundado o Jornal O Itacolomi, com a colaboração de todos alunos.

Em 06 de agosto de 1947, fundou-se o Caixa Escolar Dr. Américo Reneé Giannetti.

Em 30 de novembro de 1947, foram entregues diplomas da primeira turma do 4o. ano primário das Escolas Reunidas Tomaz Antônio Gonzaga de Saramenha, cujos paraninfos foram: Dr. Raimundo Campos Machado, Dr. Walter Von Kruger, Dr. Celso Cícero de Souza e Silva.

Em 27 de fevereiro de 1948, foi oferecida a primeira sopa pela Caixa Escolar Dr. Américo Giannettí e inaugurou-se a cantina da Escola com o nome de Marina Lopes Machado, sendo o vasilhame da mesma fornecido pela Eletroquímica S/A .

Em 24 de maio 1949, fundou-se o Clube de Leitura Efigênia de Souza na classe do 3º ano, tendo como professora Ilka Barbosa Leite.

Em 24 de junho de 1949, fundou-se o Clube de Leitura Major Brito Neto na sala do 2º ano, tendo como professora Maria Marta Barreto.

Em Julho de 1952, a Eletroquímica reformou o prédio do refeitório, forneceu carteiras novas e consertou as já usadas.

Em 18 de junho de 1954, entrou em exercício na Escola, como professora de Educação Física, Maria Nazaré Gonçalves.

No dia 27 de janeiro de 1956, as Escolas Reunidas Tomaz Antônio Gonzaga, transformaram-se em Escola Estadual Tomás Antônio Gonzaga, pelo Decreto Lei: 4968 de 1956.

Em abril de 1957, assumiu a direção da Escola Dona Célia Nazareth de Souza, tornando-se efetiva em 27 de agosto de 1957.

Em 20 de julho de 1957, o Caixa Escolar Dr. Américo Reneé Giannetti Transformou-se em Caixa Escolar Tomás Antônio Gonzaga.

No dia 12 de novembro de 1963, fundou-se a Associação de Pais e Mestres, sobre a direção da Profª. Célia Nazareth, com o nome de Associação de Pais e Mestres Padre João.

Foi autorizada em 28 de março de 1966 a criação do Curso Supletivo Noturno anexo a Escola Estadual Tomás Antônio Gonzaga, com aula inaugural ministrada pela Prof.ª Anita Araújo.

Dois anos mais tarde, em 1968, devido ao enorme número de alunos a Escola passou a funcionar com classes divididas nos três turnos.

Em 28 de agosto de 1985, foi criada a classe de 5ª série e nos anos subsequentes até 8ª série.

Em dezembro de 1997, foi autorizada a municipalização da Escola Estadual Tomás Antônio Gonzaga, passando denominar-se Escola Municipal Tomás Antônio Gonzaga de Ensino Fundamental (1ª a 8ª séries).

Em 1997, a prof.ª Conceição Maria Zanetti e Silva, assumiu a direção da Escola.

Em 1998, a coordenação da Escola ficou a cargo do prof. Pe. José das Mercês de Araújo.

No ano de 1999, a prof.ª Helena Ângela Mendes Neto passou a coordenar a Escola, sendo eleita, em 2001, diretora através de eleição direta.

Em 01 de junho de 1998, a Escola passa a ter o Colegiado como seu aliado na administração escolar.

No dia 06 de junho de 1998, um novo Caixa Escolar com denominação de Efigênia de Souza foi criado na Escola.

Em 03 de julho de 2002, a Escola recebeu da Câmara Municipal de Ouro Preto o Diploma de “Honra ao Mérito” pelos relevantes serviços prestados ao desenvolvimento e à grandeza do município.

A partir 23 de janeiro de 2004, fica autorizado o funcionamento da educação infantil-pré-escola, na Escola Municipal Tomás Antônio Gonzaga de Ensino Fundamental 1ª a 8ª série.

Em 10 de novembro de 2004, a Escola recebeu da Câmara Municipal de Ouro Preto o Diploma de “Honra ao Mérito” em uma homenagem ao trabalho e ao dinamismo da Escola.

No dia 20/11/2004, foi realizado, na Escola, um grande mutirão que contou com a parceria da ALCAN Alumínio do Brasil, M&M Serviços Gerais, Eco minas, GR S/A, Jequeri Materiais de Construção, pais, alunos e funcionários.

Em 07 de julho de 2005, tomou posse os membros do Grêmio Estudantil Thomaz Antônio Gonzaga (GETAG), criado pelos alunos no dia 24 de novembro de 2004 e eleitos em 20 de abril de 2005.

No dia 08 de julho de 2005, em cerimônia oficial da Câmara Municipal de Ouro Preto, o aluno Tiago Alvim Ferreira foi premiado pela autoria da logomarca do Projeto Vereador Estudante de Ouro Preto. Nesta mesma data, por ocasião de prévia eleição direta do corpo discente, na Escola, realizada por esse mesmo Projeto Vereador Estudante de Ouro Preto, o aluno Tiago da Silva Soares toma posse como vereador mirim de Ouro Preto e Deiberson Oliveira Gomes como o seu suplente para atuarem na Câmara Municipal de Vereadores mirins da cidade.

Em maio do ano de 2005, a Prefeitura Municipal de Ouro Preto através das Secretarias Municipais de Obras e de Educação inicia uma grande reforma na Escola, e as atividades escolares passam a ser desenvolvidas na Escola Estadual de Ouro Preto, retornando ao prédio de origem em 05/03/06.

Em 2006, no Prêmio Escrevendo o Futuro – 3ª edição/2006 do Banco Itaú, a aluna Elena Ferreira Penna da 5ª série, foi a 2ª colocada na regional Belo Horizonte no gênero poesia, sob a supervisão da professora de Português Valquíria Antunes dos Santos Silva.

No ano de 2007 a Escola alcançou o 1º lugar na instância Municipal, Estadual e Nacional, na categoria: “Entidades Diversas” do VII Prêmio DENATRAN com a 1ª Cartilha produzidas pelos alunos participantes do Projeto Cidadania no Trânsito coordenado pela professora Giovanna Marcella Verdessi Hoy.

Ainda em 2007 o Laboratório de informática inicou timidamente sua utilização.

Em março / 2008, o Projeto “Ouro Preto em fotos, em versos e em telas: Um olhar adolescente de admiração e denúncia coordenado pela professora Maria de Lourdes Nolasco Cardoso (Língua Portuguesa) e parceria das professora Maria Rita de Cássia de Jesus França (História) e Maristela Mapa Nogueira Gomes (Educação Artística) recebeu o prêmio de melhor projeto de Educação Patrimonial, promovido pela empresa de Mineração – Vale.

Em janeiro de 2010 a Câmara Municipal de Ouro Preto implantou, em nossa escola, cursos e treinamentos, tornando o laboratório de informática mais uma ferramenta para o aprendizado com o objetivo de capacitar e formar multiplicadores de cursos de informática básica visando promover a inclusão digital e auxiliando no processo educacional dos alunos.

No ano de 2015 foi implantado em nossa Escola horário integral para alguns alunos. Oferecendo oficinas de Jornal / Saúde / Educação Patrimonial e Orientação Pedagógica, dentro do Programa Mais Educação.

Em 06/04/2016 houve o lançamento do Coral “Tom Mais” sob a coordenação da cantora lírica Neuza Evangelista Pereira Rocha, com 34 alunos do 3ºano ao 6ºano. A oficina ocorria no horário extra -classe

Em 06 de agosto do ano de 2016 o Laboratório de ciências de nossa escola, foi inaugurado recebendo o nome de Professor Ludovico.

No ano de 2016 nosso ex - aluno Gabriel Souza de Oliveira foi agraciado com a medalha de Ouro na 12ª OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS OBMEP 2016

Em 28/10/2017 a Escola participou da mostra de trabalhos científicos - Semana de Ciência e Tecnologia / V Estação com o Tema Nacional: “A Matemática está em tudo” uma realização: IFMG, UFOP e Prefeitura Municipal. Os alunos do 8º ano: Francisco Rodrigues Dias; Juliana Cristina Mendes; Júlio Eduardo Moutinho Mota; Luiza Vitória dos Santos Freitas; Matheus Nunes Ferreira Penna Lima e Rafael Ernesto Barreto Silva Santos, conseguiram o 1º lugar com o trabalho: “Como a Matemática funciona no cérebro”

No ano de 2018 o Grêmio Estudantil Thomaz Antônio Gonzaga (GETAG), foi reativado sob a coordenação do professor Leandro Andrade Cardoso

No ano de 2019, a Escola atende a 43 alunos da Educação Infantil, 127 no Ensino Fundamental I (1º ano ao 5º ano) e 393 no Ensino Fundamental II (6º ano ao 9º ano), totalizando 563 alunos.